Pilates na Terceira Idade

Pilates na Terceira Idade

PILATES NA TERCEIRA IDADE: A melhor opção para a melhor idade!

Você conhece os benefícios do Pilates na terceira idade? É sabido que se levarmos uma vida totalmente sedentária, é muito provável que quando chegarmos à terceira idade possamos ter muitos problemas relacionados à nossa saúde, tais como: dores articulares e musculares, falta de equilíbrio e coordenação, cansaço, fraqueza ao realizarmos atividades diárias, problemas ósseos, doenças respiratórias além de ficarmos mais suscetíveis a quedas e lesões.

Queremos envelhecer com saúde e de forma ativa, a fim de aproveitar os anos de aposentadoria e descanso de maneira plena e abundante, assim sendo, o método Pilates surge como uma atividade prazerosa e eficaz, possibilitando a promoção do bem-estar mental e físico, trabalhando corpo e mente de forma objetiva e segura, visando atender pessoas de todas as idades em especial a terceira idade por ser uma atividade segura, personalizada e de baixo impacto.

Abaixo listamos alguns benefícios em praticar Pilates na Terceira Idade:

– Equilíbrio corporal

pilates para idosos

 

Conforme envelhecemos, temos o nosso equilíbrio comprometido e isso pode resultar em vertigens ou até mesmo quedas durante uma caminhada ou ao realizarmos alguma atividade, seja ela intensa ou até mesmo doméstica. Praticar Pilates na Terceira idade permite o fortalecimento e alongamento de grupos musculares relacionados a postura, estabilidade e controle corporal, trazendo dessa forma benefícios ao equilíbrio do praticante, prevenindo quedas e com isso, lesões. O Pilates apresenta  exercícios seguros e amplos sem causar dores musculares posterior, diferente de outras atividades físicas convencionais, isso torna a prática dessa atividade totalmente indicada a todas as idades, principalmente, idosos buscando uma melhor qualidade de vida.

 

– Correção postural

pilates na terceira idade

A postura incorreta pode causar diversos problemas à nossa integridade física. Complicações como obstrução respiratória, patologias na coluna vertebral ou degeneração articulares são muito comuns na terceira idade devido a má-postura no decorrer dos anos. Um dos princípios básicos e fundamentais do Pilates é a respiração, que quando executada de forma correta poderá trazer benefícios à coluna vertebral e ao controle corporal. Além disso, em cada exercício, os instrutores são capacitados para corrigir o alinhamento postural de cada segmento, trazendo dessa forma uma nova experiencia de boa postura que no decorrer das sessões passará a ser memorizada pelo aluno, resultando em maior percepção corporal e correções posturais voluntárias no dia-a-dia. Somando esses fatores, praticar Pilates na Terceira Idade se constitui como uma ótima opção para corrigir a postura e com isso prevenir diversos problemas relacionados a tal hábito.

 

– Alívio de dores

Conforme os anos vão passando, a tendência de sentirmos dores em alguma região do nosso corpo só aumenta, seja por influência do trabalho, do estresse, de uma postura incorreta, de atividades pesadas ou até mesmo de uma má alimentação. Muitas dessas dores existem também devido ao mal uso ou até mesmo falta de uso muscular e articular. Praticar Pilates na terceira idade pode combater dores e doenças causadas pela inatividade física ao longo de nossas vidas (confira nosso artigo Pilates para dor nas costas). Através de exercícios que alongam grupos musculares geralmente encurtados e mobilizações de estruturas comumente enrijecidas ganhamos amplitude de movimento e gradativamente as dores reduzem ou até desaparecem. São necessárias apenas algumas aulas para perceber esses resultados, abaixo alguns depoimentos de nossos alunos:

“O que iniciou como recomendação médica, tornou-se parte essencial da minha vida PIS são visíveis os seus efeitos benéficos no meu corpo e na minha mente.” Rojane, 62

“É notável a qualidade de vida que os exercícios proporcionam, bem como a socialização que a atividade traz!” Nelson, 65

“As dores lombares que sentia com frequência foram reduzidas de forma significativa.” Nelson, 63

“Me sinto mais forte, além de melhorar minha definição muscular e flexibilidade eu tenho mais disposição geral” Malu, 66

“O Pilates reduziu as minhas dores na coluna e aumentou minha resistência pulmonar, me sinto mais disposta física e emocionalmente” Rosana, 63

 

Como o próprio criador do método Joseph Pilates já dizia: “Se aos 30 anos você está sem flexibilidade e fora de forma, você é um velho. Se aos 60 anos você é flexível e forte, você é um jovem”, podemos hoje ter uma terceira idade com maior qualidade de vida através desse método que vem conquistando cada vez mais pessoas em todo o mundo.

Clique e saiba mais sobre os benefícios do Pilates na terceira idade

Você conhece o Pilates? Escolha uma de nossas unidades e venha fazer uma aula experimental gratuita!

 

 

Prof.Esp. Alvaro Pedrozo de Souza Neto

CREF: 014691-G/PR

Instrutor de Pilates Studio Viver Bem

Pilates em Curitiba – Onde praticar?

Pilates em Curitiba: Como escolher um local adequado?

Pilates em Curitiba

Assim como em qualquer ramo ou serviço, no mercado do Pilates a pesquisa é fundamental para que possamos escolher qual a melhor opção em termos de: comodidade, atendimento, qualificação dos profissionais e diferenciais oferecidos. Praticar Pilates em Curitiba não é tarefa muito difícil, isto se dá pelo fato de hoje existirem diversos espaços voltados para essa atividade. Tal variedade envolve desde o formato pelo qual o método é oferecido até o estilo do ambiente e estrutura em que as aulas serão ministradas, permitindo assim, a prática do método por um publico muito abrangente.

 Pilates em Curitiba: Aparelhos ou Mat Pilates (Pilates de Solo)

  • Pilates em Aparelhos

Pilates em Curitiba

Quando se fala em Pilates de Aparelhos, se diz respeito a aplicação do método Pilates em equipamentos desenvolvidos especificamente para o método. São aparelhos que oferecem uma grande variedade de possibilidades e desafios aos alunos, fato que possibilita o atendimento de clientes com os mais variados objetivos. Conheça alguns dos aparelhos de Pilates clicando aqui. A abordagem do Pilates em Aparelhos acontece geralmente em ‘studios’, espaços focados no atendimento personalizado, visto que para se manter a qualidade no atendimento, as aulas de Pilates em aparelhos devem ter no máximo 3 alunos por professor. Pela abordagem mais personalizada, o preço das aulas tende a ser maior em relação ao Pilates Solo. A melhor forma de conhecer o método e se o local é adequado para a prática é agendando uma aula experimental gratuita, conheça alguns studios com qualidade VIVER BEM de atendimento. 

 

  • Mat Pilates (Pilates Solo)

O Pilates de Solo, tem como característica principal o uso do próprio corpo na execução dos exercícios. Além do próprio corpo, são diversos os acessórios que podem ser utilizados durante as aulas, a fim de oferecer mais desafios e possibilidade aos alunos. Aplicado de modo muito comum nas academias, o Pilates de Solo, se caracteriza como a base do Pilates. Foi através do Pilates de Solo que Joseph H. Pilates começou a difundir o método através de seus 33 exercícios originais. Em academias a quantidade de alunos pode chegar a 30 ou mais participantes, no Studio Viver Bem, as turmas de Pilates Solo acontecem com no máximo 6 alunos, o que permite a preservação da abordagem personalizada do método. Pelo fato do maior número de participantes, praticar Pilates de Solo tende a ser mais barato em relação aos aparelhos.

Pilates Solo - Turma de Joseph Pilates

Pilates Solo – Turma de Joseph Pilates

 

O Profissional capacitado faz toda a diferença

 

Um profissional bem capacitado, apto para aplicar o método de maneira eficaz e segura, fará toda a diferença na hora de colher seus resultados. A grande disseminação do Pilates, também se deve a escolas que oferecem cursos com carga horária insuficiente e com isso colocam no mercado profissionais sem uma formação adequada para oferecer todos os benefícios que o Pilates poderá oferecer.  É fundamental a realização de uma avaliação física antes do início das práticas, isso tornará possível o comparativo para que se possa ajustar a linha de trabalho de acordo com sua resposta corporal.

  • Como identificar um bom profissional;

Existem algumas maneiras de se identificar um bom profissional, dentre elas estão:

– Apresentação dos princípios do método de maneira clara e objetiva: CONTROLE, FLUIDEZ, CENTRO, RESPIRAÇÃO, PRECISÃO, CONCENTRAÇÃO. Não apenas a explicação mas PRINCIPALMENTE a observação desses princípios durante as sessões.

– Atenção para os detalhes dos exercícios: A atenção a detalhes como alinhamento corporal, respiração, execução do exercício e posicionamento das articulações são tarefas do cotidiano de um bom profissional.

– Noções de biomecânica e Cinesiologia: A fim de corrigir de maneira adequada os alunos, é necessário conhecer o corpo humano, suas alavancas, origens e inserções musculares assim como as adaptações necessárias em cada exercício para uma execução bem realizada.

 

Você quer praticar Pilates em Curitiba? Escolha a unidade mais próxima e venha fazer uma aula experimental gratuita!